Setor de Engenharia

São atividades a serem exercidas pelo profissional:

1. Planejar, programar, organizar e coordenar a execução das atividades relacionadas com a construção, reforma, manutenção e locação de prédios escolares, administrativos e esportivos, bem como, a definição de instalações e equipamentos.

2. Executar serviços de urbanismo, obras de arquitetura paisagística e obras de decoração arquitetônica.

3. Orientar o mapeamento e a cartografia de levantamentos feitos para áreas operacionais.

4. Realizar exame técnico de processos relativos à execução de obras, compreendendo a verificação de projetos e das especificações quanto às normas e padronizações.

5. Participar da elaboração de convênios que incluam projetos de construção, ampliação ou remoção de obras e instalações

6. Fazer avaliações, perícias e arbitramentos relativos à sua especialidade.

7. Acompanhar e analisar o cumprimento dos contratos celebrados para a execução de obras e serviços.

8. Propor o embargo de construções que não atendam as especificações do projeto e as normas de responsabilidade técnica.

9. Executar estudo, projeto, fiscalização e construção de conjuntos habitacionais.

10. Fiscalizar imóveis de propriedade do Município e participar de comissões técnicas.

11. Elaborar e analisar projetos de loteamentos.

12. Elaborar projetos, analisar, fiscalizar e executar instalações elétricas em prédios públicos.

13. Executar a locação de obras junto à topografia e a batimetria.

14. Apresentar relatórios de suas atividades.

15. Executar outras tarefas relacionadas com a engenharia civil.

Ler mais

Reforço de Inglês

As aulas de reforço de Inglês ocorrem na Casa da Cultura Paulo Pan, através de um projeto desenvolvido pelo aluno Kelvin Pasqualotto, que está voluntariamente repassando seu conhecimento em Inglês para alunos da rede municipal de ensino (Ensino fundamental).

No segundo semestre 2019, interessados nas aulas podem realizar inscrições na Casa da Cultura.

Ler mais

Projeto Alegria em Patinar

Um projeto iniciado em 2019 que atende 93 crianças do município com idade entre 05 e 16 anos. Tem como objetivo tornar o esporte popular e acessível a todas as classes promovendo a qualidade de vida e cidadania através da prática esportiva, com prazer e emoção, é possível criar valores básicos de conduta e convívio social.

O projeto tem aulas de patinação (segunda-feira) no Ginásio do bairro Augusto Kempfer, nos turnos matutino e vespertino, com aulas de uma hora de duração.

O projeto esteve com inscrições abertas no início do ano e agora segue em processo de treinamento até o final do ano.

Ler mais

Biblioteca

A Biblioteca Pública Municipal foi criada através da Lei 189/64 pelo prefeito em exercício Dr. Claudio Benicá Lena.  Está localizada na Casa da Cultura Paulo Pan, possui aproximadamente 3.000 (três mil) livros de literatura, enciclopédias e coleções. 

Disponibiliza acesso gratuito a todo acervo de livros, espaço para que as leituras sejam realizadas no próprio espaço da biblioteca, como também dispõe os livros para empréstimos.

Ler mais

Museu Histórico e Cultural

A Lei Municipal nº 2.397, de 21 de setembro de 2009, denomina o Museu Histórico e Cultural de Cunha Porã, com a finalidade de armazenar e guardar peças, utensílios, documentos, fotografias e demais itens da história e da cultura do município de Cunha Porã, objetivando a criação e manutenção do acervo histórico do município.

                O Museu está localizado na Casa da Cultura Paulo Pan e oferece visitação ao público. A entidade ou indivíduo interessado na visita deve deixar uma data, um horário, quantas pessoas virão até o museu, quanto tempo possuem para a atividade e o objetivo geral da visita. A partir disso, um profissional da Cultura ficará responsável por guiar a atividade.

Ler mais

Grupos de Idosos

Atualmente contamos com 14 (quatorze) Grupos de Idosos, com aproximadamente 1.120 (mil cento e vinte) sócios. É acompanhado todos os Clubes, além de acompanhar festas e eventos da terceira idade. Oferece lanches e músicas aos associados, e desenvolve as seguintes atividades:

Orientações;

Confraternizações;

Palestras;

Reuniões com presidentes;

Discussões de estatutos e regimentos.

Os idosos do Município poderão procurar por um grupo de sua preferência para se associar, 

Ler mais

Matrículas em Escola/CEIS

A educação é dever da família e do estado e tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

É dever dos pais ou responsáveis efetuar a matrícula das crianças na educação básica a partir dos 4 (quatro) anos de idade (LDB art 6º).

As matrículas e rematrículas  ocorrem nos meses de outubro e novembro.

Ler mais

CME (Comissão Municipal de Esporte)

O setor de esportes tem atividades voltadas a crianças, jovens e adultos a partir de 5 anos, com participação livre e gratuita.

Oferece treinos de futsal e voleibol.

 

 

Modalidades oferecidas:

 

Modalidade de futsal:

– Masculino de 05 anos a idade adulta;

– Feminino de 08 anos a idade adulta.

 

Modalidade de voleibol:

– Masculino de 09 anos a idade adulta;

– Feminino de 09 anos a idade adulta.

Ler mais

Centro de Referência de Assistência Social – CRAS

O Centro de Referência de Assistência Social – CRAS é a porta de entrada da Assistência Social, oferece proteção social básica as famílias e indivíduos dentro do território de abrangência, destinada a prevenção de riscos sociais e pessoais por meio da oferta de programas, projetos, serviços.

O Objetivo do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS é prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidade e riscos sociais por meio do desenvolvimento de potencialidades, autonomia e do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, bem como, a garantia do acesso aos direitos sociais.

As ações do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, são voltadas aos usuários da Assistência Social, como por exemplo os beneficiários dos programas de transferência de renda (BPC – Benefício de Prestação Continuada, Bolsa Família, entre outros), além das famílias em situação de vulnerabilidade social devido a fragilização dos vínculos familiares ou comunitários. São ofertados dentro do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS os seguintes serviços:

– Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF);

– Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV);

– Serviço de Proteção Social Básica no domicílio à pessoas; com deficiência e idosos;

Ler mais

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, é vinculado ao Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, localiza-se na Av: do Comercio 2205 Bairro Augusto Kempfer, ofertado para crianças e adolescentes com idades entre Quatro (4) à quinze (15) anos. O serviço tem como objetivo fortalecer as relações familiares e comunitárias, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva. O SCFV possui um caráter preventivo, pautado na defesa e afirmação de direitos e no desenvolvimento de capacidades dos usuários.

É realizado em grupos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários de acordo com o seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social. Objetiva ampliar trocas culturais e de vivências, fortalecer vínculos familiares, incentivar a socialização e a convivência comunitária. As atividades são realizadas através das seguintes oficinas:

 – Cidadania;

 – Trabalhos Manuais;

  – Recreação;

  – Violão e Teclado;

  –  Percussão.

  O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, realiza suas atividades de segunda a quinta-feira no período matutino e vespertino.

Ler mais