Exame preventivo e a sua importância na detecção precoce de doenças

Considerado o terceiro tumor mais frequente na população feminina (atrás do câncer de mama e do colo retal), o câncer de colo de útero é a quarta causa de morte de milhares de mulheres no Brasil. Também chamado de cervical, o câncer de colo de útero é causado pela infeção persistente de alguns tipos (chamados oncogênicos) do Papilomavírus Humano (HPV).

Entretanto, em alguns casos, podem ocorrer alterações celulares que em determinadas situações evoluem para o câncer. Estas alterações das células são descobertas facilmente no exame preventivo e são curáveis em quase todos os casos. 

O que é o exame preventivo?

É um teste realizado para detectar alterações nas células do colo do útero. Este exame também pode ser chamado de esfregaço cervicovaginal e colpocitologia oncótica cervical.O nome Papanicolaou é uma homenagem ao patologista grego Georges Papanicolaou, que criou o método no início do século. Esse exame é a principal estratégia para detectar lesões precocemente e fazer o diagnóstico precoce do câncer de colo do útero antes que a mulher tenha sintomas.

O exame preventivo é indolor, simples e rápido. Pode, no máximo, causar um pequeno desconforto, que diminui se a mulher conseguir relaxar.Para garantir um resultado correto, a mulher não deve ter relações sexuais (mesmo com camisinha) nos dois dias anteriores ao exame, evitar também o uso de duchas e medicamentos vaginais nas 48 horas anteriores à realização do exame. É importante também que não esteja menstruada, porque a presença de sangue pode alterar o resultado.

Como é feito o exame?

Para a coleta do material, é introduzido um instrumento chamado espéculo (conhecido popularmente como bico de pato, devido ao seu formato) na vagina.O profissional faz a inspeção visual do interior da vagina e do colo do útero. Na sequência o profissional provoca uma pequena escamação da superfície externa e interna do colo do útero com uma espátula de madeira e uma escovinha, as células colhidas são colocadas numa lâmina para análise em laboratório especializado em citopatologia.

Quem deve fazer, e quando fazer o exame preventivo?

Toda mulher que tem, ou já teve vida sexual, deve submeter-se ao exame preventivo periódico, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos. A partir do momento que a mulher teve a primeira relação sexual se da à importância de fazer o preventivo. O exame deve ser feito uma vez ao ano.

O que fazer após o exame?

A mulher deve retornar ao local onde foi realizado o exame para saber o resultado e receber instruções. Tão importante quanto realizar o exame é buscar o resultado e apresentá-lo ao médico.

Programação do Outubro Rosa em Cunha Porã

No município as ações do Outubro Rosa estão sendo coordenadas pela Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) em parceria com a Secretaria de Saúde, por meio do Núcleo de Apoio da Saúde da Família (Nasf) e Estratégias da Saúde da Família (ESFs) e Secretaria de Assistência Social.

Neste sábado (18), será realizado o Dia D, com coleta de exames preventivos durante todo dia na sede da RFCC. Além disso, no dia 24, às 18h, está programada a caminhada do Outubro Rosa, com saída da Praça da Bandeira. Toda comunidade está convidada para se vestir de rosa ou branco e participar da atividade.