Governo Municipal de Cunha Porã firma convênios com duas entidades locais

Durante a quinta-feira (5), o governo municipal de Cunha Porã firmou convênios com mais duas entidades locais. As assinaturas foram realizadas no gabinete do Executivo contando com a presença do prefeito Jairo Ebeling. O primeiro convênio contemplou a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae, Escola Especial Renascer, que esteve representada pela diretora Roseli Franz e o presidente da entidade Luiz Carlos Hübner.

O recurso soma R$ 27.600 e será dividido em doze parcelas de R$ 2.300 que tem como finalidade custear a manutenção dos serviços técnicos e administrativos, assim como subsidiar o transporte dos alunos, para o Serviço de Atendimento Educacional Especializado (Saed) e a cedência de servidores municipais.

De acordo com o prefeito a parceria com a Apae existe há anos tendo em vista o importante trabalho que é desempenhado pela entidade. “Ainda em 2014 repassamos um ônibus adaptado para a Apae. Agora firmamos este convênio, e tão logo a Câmara dos Vereadores aprove um projeto de lei encaminhado estaremos repassando mais um valor financeiro a entidade”, destaca Ebeling.

Parceria com a RFCC

O segundo convênio assinado no dia foi com a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Cunha Porã, que esteve representada pela presidente para o próximo biênio Adeli Jahnel Naue. Na oportunidade o convênio soma o montante de R$ 30 mil, que também será repassado em parcelas mensais no valor de R$ 2.500 cada uma.

A intenção do governo municipal em renovar a parceria com a entidade tem em vista os trabalhos prestados à comunidade, especialmente ao público feminino, no que se refere à saúde e a orientação. O repasse financeiro objetiva auxiliar na manutenção das atividades de combate ao câncer.

Para a presidente da RFCC, este recurso é fundamental para que a entidade prossiga com seus trabalhos, que conta com o apoio e voluntariado das mulheres da Morada do Verde. “Esse valor será para custear a profissional que atua na área da enfermagem, para que assim possamos dar continuidade aos trabalhos prestados a nossa comunidade”, evidencia Adeli.