Integrantes do Comitê Agropecuário se reúnem para avaliação dos trabalhos

Foi realizada, na tarde de segunda-feira (1º), na Associação dos Servidores de Cunha Porã (Ascup), uma reunião envolvendo os integrantes do Comitê Agropecuário do município, representantes de agências bancárias e cooperativas. O encontro contou com a presença do prefeito Jairo Ebeling, que destacou a importância da participação ativa dos integrantes do Comitê para definição de ações voltadas a agricultura local.

Os trabalhos tiveram início com a participação do médico veterinário da Cidasc, Ivan Ulsenheimer, que falou sobre Saúde animal, especialmente sobre as ações que vem sendo feitas nos municípios com relação a algumas doenças, a exemplo da brucelose e tuberculose.

Por sua vez, o secretário de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, Gilmar Ceccon, que coordenou a reunião, falou sobre o Programa Porteira Adentro, que vem desenvolvendo inúmeros atendimentos. Conforme Ceccon, no período de fevereiro a maio de 2015 foram prestados 259 atendimentos diversos em propriedades rurais. Neste período também foram viabilizados 45 acessos. Outras ações referentes ao programa também foram destacadas, que tem contribuído significativamente para investimentos na área rural e, consequentemente aumento no movimento econômico.

Outro assunto tratado foi com relação ao Programa de Acasalamento Genético, que tem como propósito buscar melhorias especialmente com relação à bovinocultura leiteira, com a aquisição de sêmens de melhor qualidade. No período de janeiro a maio de 2015 foram distribuídas 2.375 doses de sêmen, sendo 495 doses de Angus; 800 doses de Holandês; 970 doses de Jersey; e 110 doses de Nelore.

Incentivos ao homem do campo

A entrega de equipamentos, sendo cinco distribuidores de adubo líquido e dois de calcário também foi relembrada pelo prefeito. A ação foi possível por meio de recursos de emenda parlamentar do deputado federal Valdir Colatto, na ordem de R$ 97.500 mil, e contrapartida municipal de R$ 7.300 mil e vai beneficiar diversas comunidades.

No decorrer do encontro foi reforçada a parceria com a Epagri que, por meio do profissional, Sidinei Egon Simon, tratou sobre a constante assistência técnica em diferentes áreas. Também foram apresentados dados com relação ao Programa Juro Zero; implantação de cisternas; Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS), entre outros.  A reativação da feira do peixe; incentivos a produção do mel e criação de pomares também entraram em pauta.

 O Programa de Habitação Rural também esteve em foco, com a participação do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cunha Porã, Lírio Koch, que falou sobre as reformas e construções de novas casas, que tem beneficiado grande número de famílias. Também foi falado sobre a garantia de direito a propriedade, que já é uma luta de anos, e que recentemente após audiência em Porto Alegre/RS, trouxe pontos em favor dos agricultores. Entretanto, o processo ainda terá continuidade, já que cabe recurso diante da decisão.

Em sua participação, Dilson Müller, técnico da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, destacou os trabalhos junto às propriedades rurais e a profissionalização dessas famílias, especialmente nas atividades com gado de leite e fruticultura. Conforme ele, atualmente um dos desafios é buscar novas atividades para as famílias do campo, porém, é preciso dar suporte técnico e assistência diante destas alternativas.

Para encerrar a reunião, teve debate de assuntos gerais, e foram indicados nomes para compor uma equipe que atuará no planejamento e orçamento da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente. A equipe é composta pelos líderes: Aldemar Kegler, Celso Balbinot, Jairo Schüller, Harri Koch, Altair Sberse e Vilson Werlang.

Conforme o gestor da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, é preciso que cada um faça sua parte para o bom andamento das atividades. “Todos os profissionais estão à disposição para orientar e auxiliar os agricultores, e o nosso principal objetivo é que essas famílias tenham o devido retorno com o desenvolvimento das atividades, e que possam a cada dia ter mais qualidade de vida em suas propriedades rurais”, finalizou Gilmar Ceccon.