Troca de experiências proporciona qualidade de vida

Mulheres da Linha Humaitá e Glória fazem hortas comunitárias de chás juntamente com a Epagri, por intermédio dos clubes de mães do município de Cunha Porã. A iniciativa do projeto surgiu a partir da conversa com as mulheres integrantes dos clubes de mães.

Os encontros iniciaram no ano passado, e acontecem cada dois meses nas localidades. As hortas possuem uma variedade de 13 espécies, dentre elas: ora pronobilis (carne de pobre), orégano, hortelã, salsa, mil em ramas, boldo, pulmonária (orelha de coelho), carqueja, alecrim, tanchagem e balsamo alemão, entre outras.

 Para a Extensionista da Epagri Cleide Hübner, o trabalho surgiu para resgatar e valorizar o trabalho empírico, e para uma troca de conhecimentos e experiências em prol das famílias. “As ervas medicinais estão à disposição das pessoas das comunidades”, relata Cleide

O objetivo destas hortas é proporcionar além da troca de experiências também qualidade de vida para mulheres participantes e a conscientização acerca do consumo abusivo de remédios químicos.

 

 Publicado por: Gabriela Zamboni